CoisasSódaMãe – Pintou neném gente!!!

Pintou Neném!

pintou nenem_Julia

Entre as várias novas coisas que a maternidade me trouxe, a mudança na minha arte e como a represento é um dos mais significativos aspectos revistos: leveza, tema e cor, principalmente cor. Os livros e fotos de Juju estão aí para comprovar isso. Desenhei com grafite sisudo quase uma vida inteira, minhas melhores produções em arte fotográfica foram em tons cinzentos e todos sabem da minha predileção por pastéis e neutros. Mas opaaaaa!!! Juju coloriu tudo e abriu para meu mundo possibilidades lindas, malucas, felizes, maravilhosas e multicores de “artear” por aí.

A última CoisaSódeMãe que surgiu por aqui é uma coisa muito, muito legal: a possibilidade de também trazer mais cor e alegria para a vida de outras mamães, antes mesmo de seus pequeninos virem rebuliçar o coreto aqui para o lado de fora da barriga! Uma idéia trazida até mim por uma pessoa linda que literalmente ajuda a trazer vida que pulsa à luz, às cores. A Leyla Cerasoli, psicóloga e doula em Campinas, me apresentou um trabalho conhecido mundo afora como Baby Bump Painting, Pintura no Ventre ou na Barriga.

Pinta-se a barriga das mamães há muito tempo em seus chá-de-bebê, como todos sabemos. Em 2011, nos EUA a cantora Mariah Carey twittou uma foto de sua barrigona grávida de gêmeos ilustrada com uma grande borboleta e a ideia virou moda/trend. Na Inglaterra, Leila Searle, uma artista plástica propõe transformar as barrigas em telas, o que chama de “Arte Gestacional”. E em uma proposta com que mais nos identificamos, carregado de significados que vão muito além disso tudo, partindo de um conceito maior que trabalha lindamente as potencialidades da natureza feminina, Naoli Vinaver, uma parteira mexicana desenvolve esse trabalho maravilhoso de uma forma mais especial. Reconhecida mundo afora, faz um “Ultra-som” de parteira nas gestantes. Com as pontas dos dedos e na ponta do pincel, faz todo o processo de reconhecimento da posição do bebê e depois a pintura, ela mesma. Coisa mais linda!

Eu, artista, entrei nesse espaço sem entender direito como caminhar. Através da indicação pela doula de onde o bebê em formação na barriga da mãe se encontra, parto para uma representação com pintura dessa imagem. Muito ciente do tamanho que ele tem e da energia que comporta, eu entendo a proposta mais como uma vivência e uma troca muito especial do que uma alternativa de suporte artístico, de “arte” sendo realizada. Entendo ser muito mais que isso e assim o encaro. Nunca imaginei usar minha habilidade de desenho e pintura para pintar… barriguinhas e barrrigonas que comportam coisa mais sagrada que existe no mundo! Um filho! Com material de pintura para maquiagem artística (aquela realizada em nossas crianças nas festas infantis), em um momento muito especial para todos os envolvidos, procura-se representar do lado de fora um pouquinho do milagre que acontece lá dentro. E assim a mamãe tem a alegria de ver representada ali, para ver e tocar uma idéia de como é e onde está naquele momento acomodado dentro da casinha-barriga o tão esperado bebê, cuja imagem, antes vinha somente através de uma fria tela de ultrassom e em sonhos. A doula, minha parceira habilidosa nesse trabalho, treinada e experiente, localiza gentilmente com as mãos onde e como está o bebê naquele momento dentro da barriga, e indica para mim essa posição. E junto com a mãe que me ajuda conversando a construir o cenário colorido que está em sua imaginação, passo a pintar ali uma representação disso. Um trabalho feito a 3, ou a 4, Doula+Artista+Mãe+Filho.

Em Campinas, estamos fazendo nossas primeiras experiências com essa vivência. Os sorrisos nos rostos das mamães e seus relatos posteriores me encheram de uma enorme alegria! Não é só a mamãe recebe a pintura como um presente, emocionamos mais gente: pai, irmãos, avós, queridos todos! Quando um trabalho feito por você toca o outro dessa forma, proporciona ao outro tamanha alegria, a gente fica mais que certa que o caminho seguido vale a pena!

Já tive o privilégio de participar de exposições em lugares onde meu trabalho estava sendo reconhecido e formalmente recebia o status de arte, estando à vista de muitos, ao lado de outros artistas. Foram momentos muito gratificantes de viver! Mas nunca recebi um retorno tão lindo como o que tenho recebido através desse trabalho das mamães que tiveram essa representação que parece ser aos olhos dos que estão de fora desse mundo, tão singela. É muito intenso, um privilégio, uma delícia de momento de viver junto de mamães em compasso de espera, que ali, tem uma minúscula antecipação do sonho que logo vem a se fazer real, uma pequenina prévia de todas as cores e sentidos que estão por vir.

logo final pintou nenem

Apresento aqui a “carinha” criada para divulgar esse trabalho e uma dessas mães-neném-barriguinhas pintada. E às primeiras mulheres lindas e seus nenéns que participaram desse primeiro momento junto com a gente, Fernanda & Beatriz, Rejane & Rafael, Júlia & Eduardo, Gabriela & Ametista e Therully & Pequenina, nosso muito obrigada! Porque na verdade, a grande obra está em vocês e foram vocês quem fizeram!

Em 2014 a gente prepara os pincéis e o coração e continuamos realizando esse trabalho. Aguardem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s