CoisasdeMãeParaFilha – um tiquinho de palavras soltas sobre Religiosidade numa semana difícil

Júlia, me deu vontade de te falar umas coisinhas sobre religiosidade. Sei que ainda está muito pequena para entender isso, mas gostaria de registrar hoje, o que, aos 37 anos penso referente a esse assunto. São dois textos escritos em três tempos diferentes, que reúno aqui. Quando vc ler isso e for capaz de entender, com certeza sua mãe estará em outros estágios, mas gosto muito do que tenho hoje em minha mente e coração sobre o assunto, e quero lhe falar sobre agora, mesmo apenas que reverbere sobre você apenas como uma brisa, uma pequena oração de mãe.

Texto 1
Em 2008 passei dois meses no Canadá estudando inglês em uma escola de Inglês para Estrangeiros. Uma das aulas trouxe uma questão no mínimo difícil para ser respondida na língua estudada ali e por todos.
O que é Deus para vc?
E em inglês, um conceito que eu tinha dentro de mim há anos saiu assim. Encontrei o texto nessa semana, perdido entre as apostilas e coisas desse tempo que fui buscar por outros motivos. E deu vontade de digitar, para eu não correr o risco de perder essa definição tão linda que saiu ali, numa toada só, em língua estrangeira, de uma forma que em português eu não tinha formulado antes. Não vou corrigir, não vou passar no Google Tradutor. Aqui está como foi escrito há 5 anos atrás. Muito simples, simplista até. Mas que continua valendo em minha forma de entender as coisas ainda hoje.

“God is an unimaginable energy that moves the world and all the things, live or not alive, and is inside in each one of us, like a small diamond light .
Some people get in touch with this energy easier than others, and some people just don´t realize that they have it inside them.

Desenhei o seguinte esquema para ilustrar:
GOD in portuguese is written DEUS
– DeuS –
–  EU – 
Can you see it?

Religions are the different ways that humanity has to get in touch with this powerful light, according to the place where born. 
There is no right or wrong way to get to God. There are just different paths!
Times to times some illuminated Diamonds are allowed come to us, to make this way easier. You know who are they! 
And it is simple like that!”

Texto 2
Sempre acreditei que ter sido uma excelente aluna em História, e ter sempre tido o hábito de ler tudo que caísse à minha frente me deram grandes vantagens em formar ideias sobre religiosidade de uma forma que considero coerente, aberta e responsável. Conhecer e entender os fatos sobre o crescimento e evolução da humanidade enquanto civilização nos ajudam a passar mais ilesos às crendices, aos preconceitos e aos conceitos que fazem as pessoas agarrarem quase que cega e estupidamente as religiões como pacotes prontos e acabados, repletos e plenos das soluções e ações praticáveis que os levam a tal salvação de forma indiscutível.

Sobre as coisas que li, e com as quais concordo e tento trazer para minha vida de alguma forma, estão alguns conceitos da doutrina de Kardec, um francês bem famoso aqui no Brasil :). Hoje estava tentando explicar ao seu pai algumas questões referentes ao espiritismo Kardecista. Sempre tive muita dificuldade de explicar a ele coisas sobre o assunto, extremamente racional e contaminado por ideias e informações errôneas, primitivas e desencontradas. E eu, que nunca consegui estabelecer com ele em mais de 20 anos de convivência um diálogo sobre minhas visões religiosas, disse a ele algo que me veio ali, naquela hora, e que fiquei feliz por elaborar.

Um dos grandes pontos que me encantam nessa doutrina (entre tantos pontos colhidos em outros campos religiosos, tão ricos e férteis como, os quais percorro sempre que posso), que enquanto religiões atribuem somente aos santos, aos iluminados ou escolhidos, dons como a capacidade de cura (das dores da alma e do corpo), de operar milagres (de que tamanho sejam) e a profunda capacidade de perdoar, resignar e fazer o bem de verdade, o Espiritismo lindamente enxerga isso como uma capacidade de qualquer ser humano. Atribui os dons de uma forte centelha divina transformadora ao homem comum, a mim ou a quem for: sejam aqueles que passaram por nós e os que também ainda estão por aqui. Estando mais purificados pelas vivencias experienciadas, de alma ou corpo presentes, são capazes de interceder e olhar por nós sim, que aqui estamos na tarefa de nos tornarmos seres espiritualmente melhores, mais próximos da nossa essência divina.

Respeito profundamente qualquer caminho que o outro escolha seguir e que o leve para junto da força maior, e desejo que vc também filha, em qualquer altura de sua vida, também assimile essa forma de ver as coisas.
Muito respeito, tolerância e amor pela escolha do outro, mesmo que lhe pareça algo estranho. Por que estranho é o que não conhecemos e entendemos. E sempre é possível buscar conhecer. Não tenha nunca preguiça de ir buscar e querer saber. E tenha sabedoria para conseguir ler tudo e fazer seu próprio pacote personalizado, extrair o que melhor dali houver. Assim com certeza é mais difícil e trabalhoso, mas eu realmente acho que vale a pena buscar.

Um dia a gente senta e fala melhor sobre essas coisas, e entre vários livros terei esse textinho em mãos.

Amo você, Papai do Céu te abençoe e te guarde sempre.
Melhoras para seu dodói.
Bjujus. Mamãe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s