Coisas de primeira vez – uma mãe-mão-de-vaca e a primeira ida de Juju ao cabelereiro, aos 2 anos

Confesso que hoje, somente hoje, tendo Juju dois anos e quatro meses e 10 dias de vida, eu a levei para se sentar numa cadeira de salão para cortar o cabelo com um profissional.

Até então, euzinha, super-mãe-que-acha-que-de-tudo-pode-dar-conta, desde sempre cortei o cabelinho dela, com aquela tesourinha de ponta redonda de cortar unha de nenê. Tinha visto a sugestão no livro “O que Esperar do Primeiro Ano”, e pensei, por que não? Até a pouco tempo atrás estava bem satisfatório o trabalho realizado pelo minha mão firme de desenhista metida a cabelereira de neném. Nunca fiz caminho de rato em sua franja e ela sempre ficava retinha, linda! Pode até me chamar de mãe-mão-de-vaca, mas me explica como que pode em Campinas um salão cobrar R$40,00 pra cortar uns fiapinhos de franja de um neném de 1 ano? De certa forma até hoje economizei cerca de R$560,00 em uma média de 14 cortes que devem ter sido feitos por mim desde que a necessidade se apresentou, olha só…

Mas agora Juju já está menininha, e a sociedade (ou minha própria consciência) me exigiam uma atitude nesse ponto. Estava ficando uma situação irremediável de enfrentar… “Vai criar sua filha como riponga, Dona Juliana? (Nada contra quem cria tá?!) Você acha que ela vai usar as mesmas sandálias rasteirinhas que você ainda usa aos 36 anos?? Você acha que ela realmente vai passar por esse mundo sem fazer uma unha francesinha em algum momento da vida??? Heim, heim, heim???!”

cabelojujuE lá fomos nós para o grande momento, acompanhadas inclusive de papai para as coisas ficarem mais solenes ainda. Veja ao lado o registro do fato em foto artística ilustrando corujice em máxima potência. Apreensivos com uma suposta reação negativa da Juju frente a nova situação e a ameaçadora e horripilante tesoura empunhada por uma completa estranha repetidas vezes em sua direção (drama!), nos surpreendemos com um comportamento de verdadeia top model, rsrsrs. Ela ficou completamente calma, entregue e confiante nas mãos da profissional que lhe cortava as madeixas loiras. Claro que com uma dose de ajudinha extra de nossa atenção e micagens de pai/mãe babões, trazendo brinquedinhos e livrinhos para lhe distrair enquanto estava sentada em uma cadeirinha de carrinho Relâmpago McQueen vermelho – reluzente (personagem que ela adora). Mas parecia habitué do salão, de tão tranquila que ela estava! A moça teve tempo de sobra pra toques e retoques, uma beleza gente!!!

E é claaaaaaaro que ficou muito melhor que o meu trabalho amador, né. A cabelereira conseguiu fazer um corte Chanel em Juju ficou de dar inveja a própria Coco, juro!

E fica por aqui mais um registro apaixonado, que é pura CoisaSódeMãe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s