Coisas que deixam a gente triste – adeus a Revistaria Bela Vista da Dona Silvane

Desde quando eu era bem criança, meus pais me levavam na banca de revistas da rua 20 entre a 17 e a 19, lá em Ituiutaba pra comprar livrinhos. Primeiro uns onde se pintava com pincel e água e apareciam magicamente as cores. E outros mais vieram, pra pintar com lápis, para recortar e colar vestidinhos nas bonecas, para ler, para mais tarde saber das novidades de mocinha no Capricho ou das fofocas da novela e dos artistas assim, Contigo. Ainda consigo me lembrar das prateleiras baixas e de como era lá dentro. E como eu adorava entrar naquela banca e descobrir que chegou novidade, que alegria, que alegria! E essa paixão continuou vida afora, sendo cada época dona do seu título, pertinente ao interesse presente da vida.

Hoje não encontro mais os primeiros livrinhos de pintar com água para comprar, mas procuro levar Juju na banca da mesma forma que meus pais me levavam e assim, desde cedo criar hábito. Um hábito pra toda a vida.

Na minha época não haviam grandes shoppings, FNACs, Saraivas & Cia. (Na verdade lá em Ituiutaba até hoje possivelmente ainda não exista shopping, rsrsrs…) Mas havia a pequena banca de rua, com o mesmo vendedor que reconhecia a gente, sabia nosso nome, nossas preferências e qual era a revista que a gente estava indo buscar. E que não nos tratava meramente como mais um ticket de caixa e que não faz a menor ideia do que está vendendo.

E aqui em Campinas, de certa forma tinha um lugar assim que desde que nos mudamos, frequentamos, e que nos proporcionava essa experiência. Onde eu buscava levar Juju com frequência. Não era bem uma banca/revistaria de rua, mas localizada em um pequeno shoppinzinho aqui no Alto Taquaral, no The Mall, a Revistaria Bela Vista da Dona Silvana cumpria seu papel de ao sol nos encher de alegria (e em alguns de preguiça), mas que tinha lá tudo, fresquinho, mês a mês, todas as revistas, os livrinhos, todas as notícias!

Semana passada passei lá. Ué! Ainda não chegaram as revistas de fotografia? Já era mais de começo de mês… Bom, ontem fomos de novo. E mais uma vez, cadê as revistas de fotografia que não chegaram???

Bom, Dona Juliana. Elas não vão mais chegar. A banca vai encerrar a atividade. Vamos fechar.

Que tristeza! Por mim, pela Júlia, pela Dona Silvana, pelas meninas que trabalham lá. E por ver a alegria do sol de mais uma banca de revista se pôr para sempre, se calar. Foi-se mais uma, e ficamos nós, mais iletrados ainda, sem mais notícias, fotos ou nomes nas mãos. E vamos seguir vivendo. Então…

Anúncios

Um Comentário


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s