CoisasSódeJuju (texto do livro) – primeiros sustos

Na sua fúria dessa fase “engole-tudo”, temos que a cada dia prestar mais atenção ao que fica ao alcance da Juju. Mesmo o que pareça ser mais improvável, vira ameaça eminente. Hoje brinquei com a tia Fer que tinha medo até da Juju engolir dia desses a chupeta. Tia Fer responde que “isso é impossível”. Eu a tinha visto colocar o lado inverso do modelo de chupeta sem argola na boca para brincar-morder, e tirei dela. Que brinque com a chupeta rosa, a de argola.  Mas bebezinha nos mostra que em se tratando de Juju, nada é impossível!
Mais à noitinha, a caminho da pizzaria, Juju no bebê-conforto ao lado da mamãe de repente começa a chorar desesperadamente. Juju conseguiu enfiar e emperrar a argola da chupeta inteirinha dentro da boca. Papai ficou doido no banco da frente dirigindo, não entendendo nada e só escutando o berreiro e o “pára o carro! pára o carro!“ da mamãe. E que desespero até arrancar a tal chupetuda da boca da neném.
Na hora eu tremia absurdo, levei um banho de adrenalina no sangue e apavoro no coração. A partir daí, chupetas perigosissímas com argolas engolíveis passam a ser banidas de nossa vida, já que Juju nunca se acostumou mesmo com a chupeta em sua função original.

Isso aconteceu numa quinta-feira, dia 14 de abril de 2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s