Coisas virtuais: eu tenho medo da Internet

A gente vive conectado a essa panaceia doida que é a internet quase que o dia inteiro hoje em dia. Tem o e-mail particular, da empresa, pra receber promoção, participa de fórum, ainda tem perfil no Orkut, LinkedIn, Facebook, Blog e até site. Deixamos rastros e dados por lojas virtuais, publicamos fotos e vídeos e somos inseridos nos álbuns e comentários alheios sem saber (já deu uma googlada no seu nome hoje?)…

E a gente, que compra alarme pro carro, que não sai de casa tarde sozinha, que vai no shopping e não no centro da cidade, que paga um absurdo de condomínio pra achar que tem segurança, se pergunta se não somos doidos-malucos-irresponsáveis em no campo virtual sermos tão despreocupados e abrir a guarda tão ingenuamente sobre nossas vidas vivendo num mundo perigoso e cheio de pessoas com tantas, tantas, tantas péssimas intenções. Antes isso já me aporrinhava e agora com a chegada da JujuBB piorou.

Eu adoro dividir coisas boas com gente querida, não resisto em abrir um álbum na rede social favorita pra mostrar as últimas fotos de JujuBB crescendo, ou das férias felizes com a família. Mas dá um tempinho de uns 2 meses eu vou lá e apago, pra não deixar a vida além de escrita por aí, também ilustrada. Seja motivada pelo prazo auto-estabelecido vencido, seja por uma matéria-cutuca-a-consciência que saia nas Epoca-Veja-Exame- Claudia-MarieClaire-Crescer-Pais&Filhos-Folha-Estado da vida, seja pela notícia que algum hacker violou um monte de perfis do Facebook acessando nossas conversas, pensamentos e vidas, eu vou lá, apago e me sinto menos pior. O medão faz a gente fazer isso, mas aí passa, e a gente volta a postar fotos de novo, eheheh! Neste site mesmo, já postei e depois mudei/ou apaguei um montão de coisas. Dizem que esse boom virtual onde todos querem mostrar, falar de si e de tudo tem prazo pra acabar, e que logo esse jogo vira por uma questão natural dos ciclos das coisas nesse mundo… Vamos ver.

Mas… o que isso tudo isso tem haver com CoisasSódeMãe? Posto essa questão porque me preocupo com o que estou fazendo e dizendo aqui, trazendo algumas vezes de coisas muito pessoais, sem a “proteção” disfarçada e ilusória do “restrito aos amigos”. Já li sobre um assunto que não me lembro muito bem o nome dado na matéria, mas seria algo como Mother-Bulliyng: discussões e ofensas online entre mães que discordam sobre os assuntos e opiniões postados em seus blogs, e que saem literalmente da linha feeeeeeeeio. Penso num blog como “coisa” pra poder falar de coisas boas, positivas, que agreguem ao outro, e não pra gerar confusão. OpiniõeSãoCoisasPessoais e você que chegou até aqui e está lendo isso pode não concordar comigo em algum ponto, ou em tudo, mas não se ofenda ou se inflame por essa discordância, por favor. Que bom que vivemos em liberdade de podermos emitir opiniões divergentes uns dos outros! Estou em missão de paz, beleza?!

Amém!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s